Da série: Os condões da feitiçaria moderna

maldicao.jpg

A feitiçaria antiga já não é a mesma. Que lástima! Os feiticeiros e feiticeiras à moda antiga, cada vez em menor número, estão desesperados. Nas atuais circunstâncias, tudo é difícil de ser realizado. Quase não praticam encantamentos, bons produtos mágicos são raríssimos, confraternizações tornaram-se exemplos claros de grande dispêndio e não contam com a presença de muitos.

E a coisa é muito maior. Nos últimos dias, por crises econômicas, cessaram-se as exportações e importações de alguns ingredientes fundamentais no preparo de grande parte das poções. Entre eles estão os olhos defumados de sapo e as pernas de aranha avinagradas.

Segundo estudos, esta deverá ser uma das mais agudas crises mágicas até os dias de hoje. Indignados, os feiticeiros mais idosos e conservadores já não sabem o que fazer e nem sabem qual será a próxima medida a ser adotada por seus superiores. Se bem que, se tudo isso depender dos outros feiticeiros a crise não passará de apenas mais um episódio passageiro. A grande maioria encontra-se incontestavelmente adaptada ao mundo não-mágico. Há anos é possível encontrar bruxos carregando por aí, sem constrangimentos, sacolas de compras vistosas que além de páprica selvagem, por exemplo, trazem dentro de si sucos coloridos de todos os sabores e lasanhas para microondas de preparo ultra-rápido. A feitiçaria moderna é, além de tudo, irreverente.

Anúncios

Uma resposta to “Da série: Os condões da feitiçaria moderna”

  1. Kizzy Ysatis Says:

    excelente texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: