Diário de um Coronel

Sentado ao meu lado no avião, um cabra atarracado, de cabelos branquinhos, apóia as mãos trêmulas e morenas na barriguinha saliente. A poltrona não quer ficar na posição vertical e ele se oferece para me ajudar. Você é de Petrolina, minha filha? Eu não. Sou de Florianópolis é minha primeira vez aqui. Ah então você vai gostar muito, Petrolina é uma cidade muito boa. O São Francisco é muito bonito. Eu sou prefeito, diz ele, com sua fala pausada, e o nome da cidade que governa parece nome de fruta. As frutas aliás, são uma das grandes fontes de renda da região, assim como a capricultura. A cidade fica do lado de Juazeiro. Sou prefeito pela quarta vez e já fui vereador sete vezes.

Nossa, mas pra ter sido eleito tantas vezes o senhor deve ter entrado na política muito cedo. Fui vereador pela primeira vez com 21 anos. Entrei na política e nunca mais saí. Política é dom.

Você não adivinha a idade que eu tenho! Bom, se ele fala assim, deve ter mais do que aparenta. Chuto sessenta e erro feio. Nem a pele queimada pelo sol e sardenta faz com que ele aparente os oitenta anos que vai completar em outubro. A água lá na sua cidade deve rejuvenescer, hein, seu Prefeito? Água que nada minha filha, o que rejuvenesce são as meninas… Diz ele com um sorriso maroto e aponta para a morena que dorme ao seu lado. Tá vendo essa menina? É minha secretária, eu trouxe comigo. Tenho quatro em Curaçá, todas dessa idade…

Nisso um senhor magro vem em nossa direção pelo corredor. Ô colega, tudo bom? Tava mesmo falando em você esses dias. O PSB anda muito fraco estávamos pensando se você não quer mudar de partido, daí a gente faz uma coligação com o PMDB… O magrelo fala muito, mas parece não convencer. Seu tom agressivo e direto não causa muito efeito no Prefeito, que ouve prestando bastante atenção, com seu ar ingênuo e bondoso, um jeitinho que parece de vô do interior, mas não dá resposta.

O magrelo se cansa da palestra e volta para o seu assento, e o Prefeito me diz que sempre foi muito amigo do ACM. Nós tínhamos um trato, estávamos juntos até morrer. Ele foi primeiro, mas eu continuo no PFL. Pra que eu vou mudar de partido se não for para conseguir uma creche, uma escola para o meu município? A teoria é bonita, mas eu fico pensando se era isso mesmo que o faria mudar de partido.

Diz ele que nunca foi empregado de ninguém e que se eu perguntar quanto ele gasta por mês ele não sabe. Eu vou gastando, não to nem aí. Engraçado, ser Prefeito também é receber um salário. Não sei se a família dele é rica, já que ele me disse que só cursou até a quarta série. Se fosse rico talvez fosse doutor, como ACM. Acho melhor não perguntar de onde sai o dinheiro.

O Prefeito tem família grande, diz que juntando a esposa, os 9 filhos, as noras, os genros e os netos, somam 35 pessoas. Toda a prole fez faculdade, e ele se orgulha disso. Assistente social, advogado, psicólogo, cada um se formou em uma área, mas nenhum virou político. Política é dom, diz ele de novo, e depois que o governo fez a lei do nepotismo ele tirou todos os parentes que tinha de cargos públicos. Ele diz isso com um olhar ressabiado, como se eu fosse fiscal de alguma coisa. Depois volta ao tom paternal, e eu fico imaginando que ele deve ter uma fazenda, com uma mesa bem cumprida para juntar toda a família nos domingos e para receber o povo das redondezas com seus pedidos: um remédio para o pai, uma cabra pra cruzar com o cabrito da família, uma passagem para a cidade grande, uma ajuda para resolver uma pendenga. Quando chegamos ao aeroporto, uma hora depois, é como se eu fosse mais uma ovelha de seu rebanho, e ele me oferece carona até o hotel no Hyundai que o esperava. Agradeço e pego um táxi. Por mais que o tempo passe, que o ACM tenha morrido, que o governo faça a transposição do São Francisco e que Nilo Coelho tenha trazido o sabor das frutas para a economia da região, parece que tem coisas que não mudam no nordeste. O calor, a seca e os coronéis continuam os mesmos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: